O amor aproxima(?)

para uma amiga
Num dia frio de inverno, os porcos-espinhos se aconchegaram uns aos outros, para ficarem quentes e não morrerem de frio; mas logo sentiram as picadelas dos outros e se afastaram. A necessidade de calor voltou a aproximá-los, mas de novo os espinhos os separaram. Aproximaram-se e afastaram-se à medida do seu desconforto, até que encontraram a distância ideal que lhes fornecia o máximo de calor e o mínimo de sofrimento.
Nos seres humanos, o vazio e a monotonia do isolamento provocam a necessidade de companhia. Isso faz que as pessoas se aproximem, mas suas múltiplas intenções agressivas voltam a afastá-las. A distância ideal que elas finalmente encontram e que lhes permite a coexistência com as outras reside na boa educação e nas boas maneiras. Por causa da distância entre nós, podemos satisfazer apenas parcialmente nossa necessidade de calor mas, ao mesmo tempo, ficamos livres das picadelas de outrem.
Arthur Schopenhauer, filósofo alemão.
6 Responses
  1. Eduardo P.L Says:

    Conheço essa imagem...não sei de onde!!!!!! srsr


  2. Maloio Says:

    bueno, não sabemos nada um do outro (eu sei de teu varal) - risos.
    vim por aqui a partir do teu comentário do penúltimo parágrafo do bruggemann.
    curiosidade.
    é só.
    abraço,
    maloio


  3. tenho que concordar com o schopenhauer, e sem amargura! acho que assim tudo fica mais fácil, com a distância segura da boa educação e com o bem entendimento que o respeito traz.

    tudo seria mais tranquilo se houvesse este entendimento.

    um post excelente!

    um beijo!


  4. Maloio Says:

    (ah, esqueci, outro dia, de dar-te uma
    sugestão:
    http://lisbethlima.zip.net
    não tem varais, mas tem poesia e
    fotos, talvez te apeteça...
    abraço, maloio)


  5. La Vanu Says:

    Betina,

    o amor aproxima, afasta, aproxima e afasta...mas o amor próprio, este sempre com a gente está...
    Obrigada pela visita.

    Maloio,

    obrigada pela dica, gostei!
    Espero sua visita sempre.
    Se gostas do Bruggemann, leia a entrevista dele no
    www.25perguntas.blogspot.com

    Vanu


  6. Maloio Says:

    La Vanu,
    eu e o bruggemann: desentendimentos de idéias*, ainda. estou conhecendo o jeito dele. o jeito peculiar e característico dele. já estive no 25perguntas; putz! cada foto!
    posso pôr um linque do teu blogue no meu? assim fica mais fácil vir para cá...
    abraço,
    maloio

    ps.: não sei quem é a Lisbeth Lima, mas gostei do blogue dela, por isso te fiz a indicação.